Advogado Correspondente - O que é?

A advocacia correspondente, também conhecida como advocacia de apoio, funciona da seguinte forma: muitos advogados ou escritórios precisam realizar diligências em outros lugares, que podem ser distantes de sua residência ou local de trabalho. Seria extremamente custoso viajar para a comarca do serviço apenas para cumpri-lo. Assim, eles confiam as diligências a um advogado local, para realizar o trabalho.

Este profissional, conhecido como advogado correspondente, recebe seus honorários do contratante, após a realização do serviço prestado. Os serviços podem variar dos mais simples, como tirar cópias de processos, até os mais complexos, como participar de audiências. Naturalmente, o valor dos honorários irá variar de acordo com o tamanho e a dificuldade da diligência.

São aceitos como correspondentes estudantes a partir do 7º período e com a carteira de estagiário da OAB, advogados e sociedades de advogados.

Alguns dos benefícios desta atividade

  • Geração de networking com profissionais de todo o Brasil

    O correspondente pode entrar em contato e trabalhar para outras pessoas do meio jurídico de todo o país.

  • Ganho de experiência

    Para advogados que ainda estão iniciando na carreira, a advocacia correspondente é ideal para ganhar experiência no Direito e conseguir um ingresso mais qualificado no mercado de trabalho.

  • Aumento de receitas

    A advocacia correspondente pode garantir tanto uma renda extra, para o caso dos advogados mais experientes, quanto os primeiros honorários, para os profissionais ainda no início da carreira.

Faça parte da nossa plataforma

No Juris Correspondente, você pode divulgar seus serviços como advogado de apoio, selecionar as cidades onde o atendimento será realizado, as áreas de atuação e os serviços prestados. Quanto mais completo o perfil, mais chances você tem de ser contratado.

Bt-qs-cadastre
Bt-qs-pesquisa
Blog Juris Correspondente

Advogado pode portar armas? Entenda!
O Projeto de Lei nº 704/15, proposto pelo deputado federal Ronaldo Benedet (PMDB/SC), e aprovado pela Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado da Câmara dos Deputados em maio de 2016, consiste em definir o porte de armas para advogados. Tal projeto fundamenta-se na necessidade ...
O guia para saber tudo sobre Direito Empresarial
O advogado recém-formado se depara com um mercado repleto de possibilidades e oportunidades. Entretanto, o que pode parecer uma vantagem, muitas vezes acaba gerando dificuldade no momento de decidir o próximo passo que será dado em sua carreira. As especializações acabam refletindo o interesse do...